Conheça os Shriners

A Shriners International é uma fraternidade baseada em diversão, companheirismo e nos princípios maçônicos de amor fraterno, auxílio e verdade. Com cerca de 480.000 membros em 194 templos (divisões) nos Estados Unidos, Canadá, Alemanha, México, Filipinas, Brasil, Porto Rico e República do Panamá, nossa fraternidade é aberta a homens de integridade de todas as esferas da vida.

 

A Shriners International também apoia os Hospitais Shriners para Crianças, um sistema de saúde com 23 hospitais pediátricos dedicados a fornecer cuidados médicos, pesquisa de excelência mundial e oportunidades educacionais para os profissionais médicos. Desde 1922, os Hospitais Shriners para Crianças tem melhorado significativamente a vida de mais de 1.000.000 de crianças.

Os Shriners acreditam na Fraternidade

Os Shriners são uma fraternidade de homens comprometidos com a família, envolvidos com o crescimento pessoal em curso, e dedicados à prestação de cuidados para crianças e famílias necessitadas. Nossas experiências e interesses são diversos, mas estamos unidos por nossos valores compartilhados e uma vontade de se divertir, fazer o bem e construir relacionamentos que podem durar uma vida.

 

Shriners Hospitals for Children

Shriners Hospitals for Children é uma rede de hospitais sem fins lucrativos em toda a América do Norte. Crianças com problemas ortopédicos, queimaduras, lesões da medula espinhal, lábio leporino e fenda palatina são elegíveis para receber todos os cuidados e serviços em um ambiente centrado na família. Com sede em Tampa, Flórida, os hospitais conhecidos como "a grande filantropia do mundo," são de propriedade e administrados pelo Shriners International, uma organização da Maçonaria conhecida hoje somente como os Shriners. Os pacientes devem ser menores de 18 anos de idade e não são obrigados a ter qualquer filiação familiar com a ordem Shriners nem com a Maçonaria.

Shriners Hospital for Children in Portland, Oregon

 

História

Em 1870 um grupo de maçons se reunia com frequência para almoçar no Knickerbocker Cottage, na Sexta Avenida, em Nova York. Em uma mesa especial no segundo andar, um grupo de homens especialmente jovial se reunia regularmente. Entre os maçon estavam Walter M. Fleming, M.D. e William J. “Billy” Florence,  ator. O grupo conversava com frequência sobre iniciar uma nova fraternidade de maçons – mais centrada na diversão e na camaradagem, do que no ritual. Fleming e Florence levaram essa ideia a sério o suficiente para fazer algo sobre ela.

 

Enquanto estava em turnê na França, Billy Florence foi convidado para uma festa oferecida por um diplomata árabe. O estilo exótico, sabores e música da festa de temática árabe inspirou-o a sugerir esse como tema para a nova fraternidade. Walter Fleming, um devotado irmão da fraternidade, baseou-se nas ideias de Fleming e usou seu conhecimento do ritual fraternal para transformar o tema árabe na Antiga Ordem Árabe dos Nobres do Místico Shrine (A.A.O.N.M.S.).
Com a ajuda de outros frequentadores do Cottage Knickerbocker, Fleming elaborou o ritual, desenhou o emblema e as vestes, formulou uma saudação e comunicou que os membros usariam um barrete vermelho. A primeira reunião do Shriners de Meca – o primeiro templo (divisão), estabelecido nos Estados Unidos, foi realizada em 26 de setembro de 1872.

 

Brasil Shriners Clube

O Brasil Shriners Clube é uma instituição paramaçônica que surgiu no país com o objetivo de fazer mais um trabalho de benemerência digno de nossa sociedade.
O objetivo da fundação do Shriner de Mato Grosso é de estar habilitado para encaminhar aos hospitais dos Estados Unidos pacientes de 0 a 18 anos, para serem tratados de problemas graves relacionados à ortopedia, queimaduras, lábio leporino e espinha bífida, dentre outras especialidades médicas sem custos de hospital.
O transporte, do paciente e de um acompanhante, também será provido pelo clube que é formado por Mestres Maçons. Outra meta do Shriner de Mato Grosso é o da construção de um Hospital aos moldes do Shriners Internacional.

 

Shriners de Mato Grosso - Brasil. 

Os valores maçônicos, nossos princípios, muitas vezes corporificados na benemerência e a caridade que todo maçom deve proporcionar ao necessitado, deve sair das quatro paredes dos templos e chegar onde necessário no seio da sociedade onde plantamos nossos princípios, auxiliando aos necessitados, no caso dos Shriners, às crianças que precisam de cuidados, sejam elas filhas de Irmãos, sejam filhas de não maçons.